Página principal
medicamento

Anvisa suspende medicamento utilizado para tratamento de câncer

21/09/2016 - 15:25 |

 

REDAÇÃO

Indicado para o tratamento do câncer de mama e próstata, o medicamento Destilbenol (dietilestilbestrol) 1MG, fabricado pela empresa Apsen Farmacêutica S/A, teve sua distribuição, comercialização e uso suspensos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo publicação no Diário Oficial da União desta terça-feira (20), a medida foi determinada depois de ser detectado em auditoria que o medicamento foi fabricado com formulação não aprovada pela Anvisa. A própria empresa fabricante do medicamento enviou comunicado de recolhimento voluntário dos lotes: 14080009; 14090012; 14090042; 14100021; 15010077; 15040024; 15060013; 15070112; 15060178; 15090006; 15100090; 15100109; 15110142; 15110143 e 16010100.

TAGS:

Anvisa atualiza lista de antibióticos com venda controlada no país

1/12/2014 - 9:29 |

 

REDAÇÃO

  Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada nesta segunda-feira (1º) no Diário Oficial da União atualiza a lista de antibióticos com venda controlada no país. Integram a lista 128 medicamentos com registro na agência. Os antibióticos ou antimicrobianos, segundo a Anvisa, correspondem a uma classe de fármacos que é consumida frequentemente em hospitais e na comunidade. Entretanto, o uso excessivo desse tipo de medicamento está associado à seleção de cepas de bactérias resistentes e também a eventos adversos, elevação dos custos e de óbitos. As alterações na lista de antibióticos com venda controlada entram em vigor no prazo… Leia mais

TAGS:

Ministério incorpora remédio para tratamento da esclerose múltipla no SUS

1/07/2014 - 12:39 |

 

REDAÇÃO

A partir desta terça-feira (1º), o medicamento fingolimode, utilizado no tratamento para esclerose múltipla, será oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Até então, a rede pública oferecia apenas três medicamentos para a doença (betainterferonas, glatirâmer e natalizumabe). O fingolimode já tem a comercialização autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Em maio, entidades que defendem pacientes com esclerose múltipla cobraram do governo a incorporação do tratamento no rol de serviços oferecidos pela rede pública. Dados da Associação dos Portadores de Esclerose Múltipla de Santa Maria e Região mostram que, em todo o Brasil 1.600 pessoas recebem o fingolimode judicialmente.… Leia mais

TAGS:

Preço de remédios de tarja preta e vermelha pode cair até 11%

28/06/2014 - 19:50 |

 

REDAÇÃO

O governo divulgou a atualização da lista de substâncias usadas na produção de remédios de tarjas preta e vermelha, e que têm isenção de PIS/Cofins. Com a isenção, a expectativa da indústria farmacêutica é uma queda de até 11% nos preços desses medicamentos. A última vez que o governo atualizou a lista, que hoje tem 1.643 itens, foi em 2007. Leia mais

TAGS:

Governo autoriza reajuste de até 6,31% nos preços dos medicamentos

4/04/2013 - 9:46 |

 

REDAÇÃO

Resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) publicada nesta quinta-feira (4) no Diário Oficial da União autoriza reajuste de até 6,31% nos preços dos remédios. As alterações valem para três grupos de medicamentos, definidos de acordo com o nível de participação de genéricos. Leia mais

TAGS:

Brasil começa a produzir primeiro genérico para tratamento do câncer

22/12/2012 - 16:31 |

 

REDAÇÃO

O Sistema Único de Saúde (SUS) recebeu o primeiro lote do medicamento mesilato de imatinibe, usado no tratamento de leucemia mieloide crônica e do tumor do estroma gastrointestinal. O remédio é produzido pelos laboratórios públicos Farmanguinhos e Vital Brazil, em parceria com cinco laboratórios privados. Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, é o primeiro medicamento genérico para o câncer produzido no Brasil. De acordo com ele, no país, cerca de 8 mil pessoas dependem do medicamento, que era comprado de um laboratório estrangeiro por R$ 140 milhões por ano. Com a produção do remédio nacional, o Ministério da Saúde… Leia mais

TAGS:

Distribuição gratuita de medicamentos para asma começa hoje em todo o país

4/06/2012 - 10:30 |

 

REDAÇÃO

A partir desta segunda (4), drogarias credenciadas no programa Aqui Tem Farmácia Popular começam a distribuir gratuitamente remédios contra a asma. De acordo com o Ministério da Saúde, os três medicamentos – brometo de ipratrópio, diproprionato de beclometasona e sulfato de salbutamol – estarão disponíveis em mais de 20 mil estabelecimentos em todo o país. Para retirar os remédios, é preciso apresentar um documento com foto, o CPF e a receita médica dentro do prazo de validade. A decisão de distribuir gratuitamente os medicamentos tem o objetivo de atender, prioritariamente, crianças com até seis anos, já que a asma está… Leia mais

TAGS:

Dilma veta remédio em mercado

18/05/2012 - 13:30 |

 

REDAÇÃO

A venda de remédios que não exigem prescrição médica em supermercados, armazéns e lojas de conveniência, aprovada pelo Congresso, foi vetada pela presidente Dilma. Leia mais

TAGS:

Comissão aprova dedução de gastos com remédios do IR

9/05/2012 - 16:46 |

 

REDAÇÃO

As despesas com medicamentos de uso contínuo ou de alto custo poderão ser deduzidas do Imposto de Renda (IR)pago todo ano pelo contribuinte, de acordo com projeto de lei aprovado nesta quarta-feira (9) pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado. Leia mais

TAGS:

Entidades criticam aprovação de projeto que permite venda de remédios em supermercado

28/04/2012 - 6:29 |

 

REDAÇÃO

Entidades do setor farmacêutico criticaram a aprovação de um projeto de lei feita pelo Senado, na última quarta-feira (25), que autoriza a venda de remédios em supermercados, armazéns e lojas de conveniência sem a apresentação de receita médica. De acordo com um artigo do projeto, os medicamentos poderão ser expostos em prateleiras, como qualquer outro produto vendido nos estabelecimentos, sem qualquer restrição quanto ao local e sem a necessidade da presença de um farmacêutico. Para a Associação Brasileira de Redes de Farmácias de Drogarias (Abrafarma), a comercialização de remédios em supermercados e outros locais semelhantes pode estimular o uso irracional.… Leia mais

TAGS:

© Copyright 2010, Tempo Exato Comunicação - Proibida a reprodução total ou parcial.