Suspenso atendimento pelo SUS

26/10/2011 - 12:10 |

 

REDAÇÃO

A paralisação dos médicos que atendem ao Sistema Único de Saúde (SUS), realizada terça-feira (25) em todo o País, durou apenas 24 horas, mas em Salvador, cerca de 200 clínicas e hospitais particulares que têm convênio com o sistema só retomarão o atendimento na próxima terça-feira (1°).

Os empresários reclamam da redução no repasse dos recursos para atendimento de urgência médica geral e ortopédica que recebem mensalmente por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

O diretor da Associação dos Hospitais e Serviços de Saúde da Bahia (Ahseb), José Carlos Magalhães Júnior, explicou que as clínicas e hospitais estão apenas cumprindo uma orientação da secretaria: atender os pacientes até que o teto das verbas destinadas ao atendimento de urgência seja atingido.

Por conta disso, o atendimento foi suspenso, já que as clínicas e hospitais não têm condições de receber 80% do teto e atender 100%, conforme explicam os empresários.

Por sua vez, a Secretaria de Saúde do município alega que houve redução geral das despesas para diminuir o déficit mensal de cerca de R$ 6 milhões junto às clínicas e hospitais filantrópicos. Segundo o secretário municipal de Saúde, Gilberto José, a suspensão não afetará a realização de consultas, exames e outros procedimentos.

O funcionamento normal deverá ser retomado no início de novembro, quando chegarem os novos recursos repassados mensalmente pelo Ministério da Saúde.

TAGS: