Servidor da Prefeitura de Salvador que faltar ao trabalho na sexta terá o ponto cortado

27/04/2017 - 16:21 |

 

REDAÇÃO

 

Os servidores da Prefeitura de Salvador que faltarem ao trabalho nesta sexta-feira (28) – dia da anunciada greve geral – sem justificativa para a ausência terão o ponto cortado, anunciou o prefeito ACM Neto. Isso porque as repartições públicas municipais vão funcionar normalmente. Haverá, inclusive, reunião do secretariado comandada pelo próprio ACM Neto, marcada para as 14h30.

A Secretaria Municipal de Mobilidade vem acompanhando a negociação entre rodoviários e empresários sobre a adesão da categoria à paralisação nacional organizada por entidades sindicais. Nesta quinta-feira (27), haverá uma reunião antes de uma decisão final dos rodoviários.

Se houver paralisação dos rodoviários, a prefeitura vai notificar as empresas de ônibus, já que o serviço não pode ser interrompido, o que pode acarretar multas.

A Secretaria de Gestão reforçou que cada caso de ausência, se houver, será avaliado individualmente, inclusive levando em conta uma eventual paralisação de ônibus.

Táxi grátis – Os servidores da prefeitura que tiverem dificuldade de chegar ou retornar do trabalho por conta de uma eventual paralisação dos ônibus poderão utilizar serviços de táxi sem pagar nada por isso. Após solicitação da prefeitura, a Comtas, a Coometas, a Teletáxi, a Chame Táxi e a Tap Táxi decidiram colaborar com a gestão municipal e cederam corridas dos veículos entre as 7h e 9h, no início do expediente, e 16h30 e 18h30, quando os trabalhadores começam a retornar para casa. Isso sem custo para o município.

No total, as cooperativas possuem uma frota de 660 veículos. Para utilizar os veículos, os servidores precisam, na solicitação do táxi, informar o número da matrícula e, quando o carro chegar, apresentar ao motorista o crachá de identificação funcional. O pedido deve ser feito com uma antecedência de no mínimo meia hora. A corrida só pode ser feita até o local de trabalho e, no retorno, direto para a residência.

“As cooperativas se colocaram de pronto dispostas a ajudar a cidade quando solicitadas, pois já afirmamos que a prefeitura vai funcionar normalmente nesta sexta e não interessa para ninguém que Salvador pare, provocando enormes prejuízos. Inclusive os servidores querem trabalhar. Agradeço publicamente aos taxistas pela responsabilidade com a cidade”, disse o prefeito ACM Neto.