Ambulantes começam a ser capacitados para trabalhar no Carnaval de Salvador

6/01/2015 - 20:39 |

 

REDAÇÃO

 

Teve início nesta terça-feira (6) a capacitação de vendedores ambulantes que atuarão no Carnaval de Salvador. Até o dia 21 deste mês, os trabalhadores informais receberão treinamento sobre legislação, manipulação e acondicionamento de alimentos, direitos e deveres, estratégias de compra e venda de produtos e noções sobre os riscos do trabalho infantil.

O treinamento acontece no auditório da Secretaria Municipal da Ordem Pública, na Rua 28 de Setembro, Baixa dos Sapateiros, nos dois turnos, e foi exigência para o licenciamento dos trabalhadores informais das mais diversas modalidades. No total, oito mil ambulantes poderão atuar nas ruas durante o Carnaval, seja de forma fixa ou volante. Todos estão convidados para fazer a capacitação.

Para ter acesso ao treinamento, os ambulantes devem, antes, se cadastrar no endereço http://www.ambulante.salvador.ba.gov.br, informando o número do CPF para ter acesso ao serviço. No comprovante de inscrição serão informados os horários e a data da capacitação. “Nessa capacitação, os ambulantes também estão tendo conhecimento sobre o que podem e não podem comercializar, bem como informações importantes da Vigilância Sanitária”, destacou a secretária municipal de Ordem Pública, Rosemma Maluf.

O curso - O curso é ministrado das 8h às 12h e das 13h às 17h, e contará, além de palestrantes da secretaria, com representantes de diversos órgãos, como a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, a Vigilância Sanitária e o Sebrae. No total, 150 ambulantes serão capacitados por turma em cada turno, até o final de janeiro. Neste primeiro dia de inscrições, mais de três mil trabalhadores já realizaram o cadastro.

Segundo informações do coordenador-palestrante da Secretaria de Ordem Pública, Roberto Guerreiro, é imprescindível que, no dia marcado para obtenção do licenciamento, o ambulante compareça ao órgão munido de toda a documentação e do certificado de capacitação. Segundo Guerreiro, cada órgão participante é responsável por ministrar palestras relativas à sua área de atuação.

TAGS: