Membros do COI fazem duras críticas à organização dos Jogos Rio 2016

4/08/2016 - 12:32 |

 

REDAÇÃO

Em congresso realizado nesta quarta-feira (3), os membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) fizeram duras críticas ao Comitê Rio 2016 devido aos problemas de organização dos Jogos. A entidade máxima do movimento olímpico atacou os planos de transporte, segurança, acesso aos locais de eventos, finanças e poluição, além de alertar que partes das obras estão atrasadas.

Pela primeira vez em sete anos, o Comitê Rio-2016 reconheceu dificuldades jamais reveladas publicamente, indicou que algumas obras somente serão concluídas quando o evento já estiver em andamento e admite que está sendo obrigada a cortar serviços diante dos problemas financeiros.

A crise inédita às vésperas do evento escancarou a preocupação e insatisfação de muitos dos delegados estrangeiros.O COI dedicou parte de sua reunião anual para ouvir o último informe do Comitê Rio-2016 sobre o evento. Mas, no lugar de um encontro tranquilo, a reunião mostrou a dimensão dos problemas. A crise ficou ainda mais clara quando Carlos Arthur Nuzman, presidente da Rio-2016, se recusou a falar dos problemas financeiros.

Para Pierre Beckers, membro do COI, o problema central era o acesso ao parque olímpico. Nuzman preferiu também não responder pelo acesso aos locais do evento, indicando que o problema teria sido a troca da empresa que faria o controle das máquinas de raio-x e o uso das forças nacionais. Nuzman ainda alertou que todas as delegações estavam avisadas de que a questão da segurança poderia atrapalhar.

Outra crítica é o trânsito. Para Denis Oswald, outro membro do COI, a questão do acesso precisa ser resolvida. O Comitê Rio-2016 jogou a responsabilidade para a prefeitura do Rio.

Ainda sobraram criticas em relação aos atrasos das instalações, onde apenas 15% dos cartazes e sinais estão instalados. O Comitê Rio-2016 explicou que, por falta de dinheiro, encomendou placas de uma empresa ucraniana que fabrica na China. Mas a entrega atrasou e, quando o material chegou, estava com problemas, atrapalhando as imagens em todos os locais de eventos. O Comitê Rio-2016 admitiu que atrasos ocorrerão e algumas delas serão colocadas depois que o evento começar.

TAGS: