Fórum defende uso da bike

5/09/2014 - 18:06 |

 

REDAÇÃO

Foto: Divulgação

Em fórum realizado nesta sexta-feira (5), em Salvador, empresários defenderam a utilização da bicicleta como meio de transporte para funcionários irem ao trabalho. O II Fórum Salvador Vai de Bike foi realizado na Casa do Comércio e contou com a presença do prefeito ACM Neto e da candidata à vice-presidente pelo PV, Célia Sacramento, que também é vice-prefeita da capital baiana.

Promovido pelo Movimento Salvador Vai de Bike, coordenado pelo Escritório de Projetos Especiais, o evento trouxe como tema “As empresas, a bicicleta e a cidade”, com o intuito de mostrar como as empresas podem incentivar o uso da bicicleta para melhorar tanto a mobilidade urbana quanto a qualidade de visa dos cidadãos.

Além das apresentações, duas publicações foram distribuídas aos presentes para reforçar a iniciativa, que abordam como as pessoas e as empresas podem utilizar a bicicleta no dia-a-dia.

O secretário do Escritório de Projetos Especiais, Isaac Edington, ressalta que a iniciativa traz outros benefícios. “Há o entendimento de que o custo da cadeia logística final, quando se considera a quilometragem, é caro quando é utilizado o carro, então a bicicleta pode ser muito utilizada para esse deslocamento a baixo custo”, disse.

Novas rotas - O superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, ressalta que já há grupos de trabalho no órgão empenhados exclusivamente no estudo de ações como a ampliação das ciclovias, ciclorotas e ciclofaixas na cidade, beneficiando tanto àqueles que utilizam a bike para atividades esportivas e de lazer, quanto para o deslocamento diário.

“Neste momento, estamos com o projeto de criação de ciclofaixas voltadas para esportistas nas avenidas Magalhães Neto e Centenário, que funcionaria das 4h às 7h, possibilitando assim que os ciclistas profissionais possam ter um espaço para treinamento, o que praticamente não existe hoje aqui na cidade”, afirmou.

Para o prefeito ACM Neto, a intenção é de que, até 2016, sejam construídos 350 km de ciclovias e ciclofaixas em Salvador. “Além disso, vamos realizar campanhas para conscientizar motoristas e motociclistas para que respeitem o espaço do ciclista. Afinal de contas, o uso da bicicleta já é utilizado como uma das soluções para a mobilidade urbana nas principais cidades do mundo. A bike dialoga com o trânsito, com a saúde e com as relações humanas, que são fortalecidas com essa prática”, apontou

Fórum - O fórum é uma iniciativa da Prefeitura em parceira com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio) com o apoio da Federação das Indústrias (Fieb), Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (Fcdl), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) e o Grupo de Líderes Empresarial (Lide).

O diretor da ONG Transporte Ativo do Rio de Janeiro, José Lobo, um dos palestrantes do evento, ressaltou que o objetivo do encontro foi mostrar para as empresas a importância do uso interno das bicicletas. “Quando se fala em bike geralmente se pensa no usuário comum, que utiliza o equipamento para a prática de atividades físicas, mas pouco se pensa na utilização das bicicletas pelas companhias”, frisou.

Lobo chamou atenção para o fato de que poucas empresas no país utilizam as bicicletas em suas atividades internas. “A verdade é que as empresas pouco exploram essa alternativa, o que é um erro, uma vez que além da bike ser uma opção ecologicamente correta, é muito mais barato comprar e manter uma do que um veículo motorizado, mesmo que seja de pequeno porte”.

TAGS: