Página principal
Entrevistas

A caneta de João Henrique não me retira daqui, avisa Edvaldo

1/03/2011 - 16:56 |

 

LENILDE PACHECO

A antecipação do debate sobre a sucessão municipal prejudica os resultados da gestão na Prefeitura de Salvador, avalia o vice-prefeito Edvaldo Brito (PTB). Reconhecido como um dos mais importantes tributaristas do País, ele está à frente da Coordenação do Carnaval e acompanha a movimentação que conduzirá a uma nova fase administrativa, após o Carnaval, com o ingresso do prefeito João Henrique no PP. No momento em que os novos aliados desembarcam no Palácio Thomé de Souza, o vice-prefeito faz um balanço do seu trabalho, durante entrevista exclusiva ao Bahia Toda Hora: “Não fui pusilânime, negligente, nem inútil. Chegamos ao mandato conduzidos pelo povo. A caneta de João Henrique não me retira daqui”. Leia mais

TAGS:

Lídice alerta para o risco da reforma política superficial

8/02/2011 - 20:14 |

 

LENILDE PACHECO

A primeira semana de trabalho no Congresso Nacional foi suficiente para deflagrar ampla discussão sobre a reforma política. O assunto mobiliza parlamentares da base de apoio governista e também da oposição dada a necessidade de reformulação das regras que disciplinam a vida dos partidos e candidatos. “As mudanças essenciais passam por alteração da Constituição”, alerta a senadora Lídice da Mata (PSB-BA).´”É o que precisa ser feito. Do contrário, vamos ficar na superficialidade”. Leia mais

TAGS:

Pelegrino: Salvador não pode ter dívida de R$ 300 milhões

7/02/2011 - 20:30 |

 

LENILDE PACHECO

O comando do PT na Bahia ajudou a conduzir o deputado federal Nelson Pelegrino à coordenação da bancada baiana do PT na Câmara. Para Pelegrino, um bom sinal, levando-se em conta o fato de que foi ele próprio quem colocou seu nome à disposição do partido para novos desafios. O deputado está de olho na a disputa pela Prefeitura de Salvador, em 2012. O PT também. A pedido do Bahia Toda Hora, Pelegrino analisou os problemas da terceira maior cidade do País: “Salvador não pode ter dívida de R$ 300 milhões”, resumiu. Leia mais

DEM depende da reconstrução de sua unidade, diz Jorge Khoury

31/01/2011 - 21:08 |

 

LENILDE PACHECO

Desde o final de 2010, o DEM vive a sua fase mais crítica, com redução significativa de seus quadros e falta da unidade interna, processo ainda mais desgastante que a lipoaspiração feita nas urnas, em outubro. O baiano Jorge Khoury é um dos que ficou sem reeleição. Ele encerra nesta segunda-feira (31) um ciclo de cinco mandatos na Câmara dos Deputados, mas acompanha de perto a eleição da liderança na Câmara e a guerra na sucessão do presidente nacional da legenda, em março: “A sobrevivência do DEM está na reconstrução da sua unidade. Só assim voltará a ser influente”, sentencia. Leia mais

Sem mandato, Geddel avisa que vai começar de novo

31/01/2011 - 12:09 |

 

LENILDE PACHECO

Ao término da disputa eleitoral de 2010, o então candidato do PMDB ao governo da Bahia, Geddel Vieira Lima se considerou derrotado pelo presidente Lula. Ele e a ex-ministra Dilma Rousseff tinham acertado que haveria dois palanques, mas turbinaram – com êxito – a campanha de Jaques Wagner (PT) à reeleição. A partir de 3ª feira (1º), Geddel começa um nova fase da trajetória política, marcada pelo resultado das urnas: estará sem mandato. Como o PMDB está em 117 prefeituras da Bahia, este será o principal foco de sua atenção a partir de agora, sem deixar Salvador em segundo plano, claro. “Vamos começar de novo”, disse, ao Bahia Toda Hora. Leia mais

TAGS:

DEM depende da reconstrução de sua unidade, diz Jorge Khoury

31/01/2011 - 8:07 |

 

REDAÇÃO

Desde o final de 2010, o DEM vive a sua fase mais crítica, com redução significativa de seus quadros e falta da unidade interna, processo ainda mais desgastante que a lipoaspiração feita nas urnas, em outubro. O baiano Jorge Khoury é um dos que ficou sem reeleição. Ele encerra nesta segunda-feira (31) um ciclo de cinco mandatos na Câmara dos Deputados, mas acompanha de perto a eleição da liderança na Câmara e a guerra na sucessão do presidente nacional da legenda, em março: “A sobrevivência do DEM está na reconstrução da sua unidade. Só assim voltará a ser influente”, sentencia. Leia mais

Jorge Hage: O que aumentou foi o combate à corrupção

24/01/2011 - 8:00 |

 

JOSÉ CARLOS TEIXEIRA

Ministro-chefe da Corregedoria Geral da União (CGU), o baiano Jorge Hage concorda que existe hoje uma maior percepção da corrupção no país por parte da sociedade. Mas garante que isso não significa que a corrupção aumentou. “O que cresceu foi o combate a ela”, diz, em entrevista ao Bahia Toda Hora. Leia mais

Salvador demonstra a falta de igualdade de oportunidades, diz Luiza Bairros

21/01/2011 - 14:47 |

 

LENILDE PACHECO

A atuação da socióloga Luiza Helena de Bairros no Movimento Negro no Brasil foi uma das credenciais que a conduziu ao cargo de ministra para comandar a Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), a convite da presidente Dilma Rousseff. Na Esplanada dos Ministérios, ela já está atuando, mas reservou tempo para falar ao Bahia Toda Hora: “Salvador é o maior exemplo nacional da falta de igualdade de oportunidades para todos”. Leia mais

TAGS:

© Copyright 2010, Tempo Exato Comunicação - Proibida a reprodução total ou parcial.