Candidatos à Presidência anunciam propostas para a educação

17/10/2014 - 9:38 |

 

REDAÇÃO

Postulantes ao Palácio do Planalto, Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) revelaram, nesta semana, suas propostas para a área de educação no país, a partir de 2015.

Aécio Neves diz, que pretende criar um programa, chamado Poupança Jovem, para que os jovens possam concluir o ensino médio. “Vamos implementar o Poupança Jovem, que dá uma bolsa de estudos para que o jovem possa completar o ensino médio nas áreas de maior vulnerabilidade social”, disse. A ideia é oferecer uma bolsa de um salário mínimo para que os jovens possam concluir o ensino médio.

A candidata à reeleição sugere a criação do Plano Nacional de Educação (PNE), sancionado em junho, que prevê que a pré-escola será universalizada no país em 2016 a todas as crianças na faixa etária de 4 a 5 anos. De acordo com ela, hoje 89% das crianças nessa faixa de idade já estão matriculadas.

Redução da violência - Para o candidato tucano, um dos objetivos do Poupança Jovem é contribuir para a diminuição do número de mortes de jovens no país. “O Brasil vê morrer assassinado um adolescente por hora. São 24 adolescentes que morrem assassinados no Brasil a cada dia. Esse é um tema que deveríamos estar tratando nessa campanha. Apenas a Nigéria vê morrer mais jovens que o Brasil. Para combater isso, o primeiro passo é garantir que esses jovens estejam na escola”, disse Aécio Neves.

Para reduzir as mortes de jovens, Aécio também propõe um programa, chamado de Fica Vivo, que já foi implementado por ele em Minas Gerais. O programa foi criado em 2003 e oferece oficinas nas áreas de esporte, arte e cultura para jovens entre 12 e 24 anos, em situação de risco social.

Mais creches - Dilma, por sua vez, destacou ainda a importância de as famílias matricularem nas creches as crianças até 3 anos de idade. “É fundamental todas as crianças serem matriculadas, sem exceção. Estudos de neurolinguística, todos os estudos pedagógicos, todos mostram, que a criança desenvolve a sua capacidade de aprendizado nessa etapa da vida de forma extremamente intensa e decisiva”, disse.

A candidata petista ressaltou, no entanto, que o país terá o desafio de conseguir implementar a educação em tempo integral para todas as crianças do Brasil. “Nós temos um grande desafio do país, para o qual nós temos de usar os recursos do pré-sal, que é garantir a educação de tempo integral de qualidade”, destacou. “Com isso nós, de fato, teremos estruturado a base do ensino brasileiro”, acrescentou.

TAGS: