Delta deixa consórcio de mais uma grande obra, o corredor expresso Transcarioca (RJ)

27/04/2012 - 9:01 |

 

REDAÇÃO

A Delta Construção está deixando a segunda grande obra no Rio de Janeiro em menos de uma semana. Após se desligar do consórcio de reforma do estádio Mário Filho, o Maracanã, na semana passada, a empresa deixou nesta quinta (26) o consórcio Transcarioca BRT (Bus Rapid Transit), de acordo com a prefeitura do Rio.

O consórcio é responsável pelo corredor expresso que ligará o Aeroporto Internacional Tom Jobim, na zona norte, à Barra da Tijuca, em outro extremo da cidade, na zona oeste. A Transcarioca terá 39 quilômetros de extensão, 45 estações, três mergulhões, dez viadutos e nove pontes.

Em nota, a prefeitura do Rio informa que foi comunicada hoje, pelo consórcio Transcarioca BRT, formado pelas empresas Andrade Gutierrez e Delta, “de que a Delta está deixando o consórcio – que é responsável pela construção do trecho do BRT Transcarioca entre a Barra da Tijuca e a Penha. Conforme estabelecido em contrato, a empresa Andrade Gutierrez assume todas as responsabilidades pela obra sem causar qualquer prejuízo ao município. O andamento das obras segue normalmente e o cronograma está mantido”.

A prefeitura do Rio espera concluir até o final de 2013 as obras de construção da Transcarioca, desde a Barra da Tijuca até o Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, para melhorar o sistema de transporte para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. O percurso, que atualmente é feito em mais de duas horas, será reduzido para 45 minutos.

A Delta Construção está entre as sete maiores construtoras do país. A empresa está sendo investigada por suspeita de ligação com o empresário goiano Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso em fevereiro na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal. Ele é suspeito de envolvimento com a exploração do jogos ilícitos em Goiás e apontado como responsável por uma rede de corrupção que envolveria políticos e empresários.

Fonte: Agência Brasil

TAGS: