Estado e municípios de Vera Cruz e Itaparica assinam termo para estudos urbanísticos

21/04/2013 - 15:06 |

 

REDAÇÃO

As secretarias estaduais do Planejamento e do Desenvolvimento Urbano da Bahia assinaram um termo de cooperação técnica com as prefeituras de Itaparica e de Vera Cruz para a elaboração de estudos na área de desenvolvimento urbano da Ilha de Itaparica, em decorrência da construção da ponte Salvador-Itaparica, incluída no projeto do Sistema Viário Oeste.

A intenção é iniciar ainda este mês os estudos urbanísticos, que culminam com o lançamento do edital. Eles preveem uma série de sugestões, revisões das leis municipais básicas e estratégias específicas para a gestão e ordenamento do uso do solo, além de melhoria de infraestrutura (abastecimento de água, esgotamento sanitário, coleta de resíduos sólidos, telefonia e segurança).

As intervenções são consideradas necessárias porque, de acordo com estudos preliminares, o fluxo de automóveis será de 10 mil veículos por dia no primeiro ano após a construção da ponte, alcançando 140 mil/dia em três décadas. Sobre o fluxo de pessoas, as estimativas apontam que, no primeiro ano, mais de 30 mil pessoas atravessarão a ponte diariamente, na sua maioria (64%), usando transporte coletivo.

Descrença popular – O secretário do Planejamento, José Sergio Gabrielli, disse que um dos desafios do projeto é minimizar a descrença popular:

“Algumas pessoas não acreditam que a ponte vai acontecer, mas ela já está acontecendo. Em todas as cidades por onde passo as pessoas questionam como a região será impactada. Os principais acessos vão mudar e precisamos logo pensar nos problemas da vida urbana, como minimizar os efeitos negativos e maximizar os positivos”.

O prefeito de Itaparica, Raimundo Nonato, ressaltou que o crescimento da ilha é necessário e o trabalho em conjunto é a maneira adequada de conduzir o projeto. “É preciso que sejamos participantes para buscarmos as melhores soluções. A ilha precisa desse desenvolvimento”.

Já o prefeito de Vera Cruz, Antônio Magno, ressaltou que a parceria é mais um ponto positivo para as duas cidades, que passaram a discutir a ilha, em decorrência do projeto da ponte, integrando as necessidades e possibilidades dos municípios. “Queremos ainda fazer de Vera Cruz e Itaparica a primeira região planejada da Bahia”, afirmou.

Fonte: Secom-BA

TAGS: