Bahia terá mais recursos para financiamento de UTIs nos hospitais do Subúrbio e da Criança

1/08/2011 - 8:00 |

 

REDAÇÃO

Foto: Carol Garcia / Secom Bahia

Durante visita à capital baiana, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, esteve no Hospital do Subúrbio e anunciou o credenciamento dos 60 leitos de UTI da unidade ao Sistema Único da Saúde (SUS), até então custeados pelo governo estadual.

Com esse credenciamento, o Ministério da Saúde passa a enviar recursos para o financiamento dos leitos. “Vamos aprimorar o serviço e integrar a unidade a Rede Saúde Toda Hora”, afirmou o ministro, que percorreu a unidade hospitalar, acompanhado do secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla.

Primeira unidade hospitalar pública do Brasil viabilizada por meio de Parceria Público-Privada (PPP), o Hospital do Subúrbio dispõe de 268 leitos de internação – são 208 de enfermaria (64 de internação pediátrica e 144 de adultos) e 60 de terapia intensiva (dez de UTI pediátrica, 30 de UTI adulto e 20 de terapia semi-intensiva também para adultos). “Aqui, é um novo de modelo de gestão e nós valorizamos muito a possibilidade de alternativas para garantir atendimento de qualidade”, afirmou Padilha.

Feira de Santana - Ao conhecer o Hospital Estadual da Criança (HEC), o ministro anunciou o credenciamento ao SUS de 20 leitos de UTI. A unidade entrou em funcionamento no dia 27 de agosto do ano passado e atualmente dispõe de 108 leitos de internamento, incluindo os de UTI.

A emergência oferece mais 37 leitos. Somente neste setor foram feitos 27.462 atendimentos – uma média de 100 pacientes por dia. O hospital estará em plena capacidade de atendimento até 2012, quando os 280 leitos de internamentos serão disponibilizados para atender a faixa etária de 0 a 18 anos, em diversas especialidades. Desde a sua inauguração, já foram realizados cerca de 110 mil procedimentos.

Convênio – O ministro Alexandre Padilha ainda assinou um convênio para a liberação de recursos destinados à reforma das emergências dos hospitais Clériston de Andrade, em Feira de Santana, Luiz Viana Filho, em Ilhéus, e o Geral de Vitória da Conquista. “O convênio, no valor de R$ 17,5 milhões, possibilitará a melhoria dos serviços nas três maiores emergências no interior do estado”, disse o secretário Jorge Solla.

Para reforçar o atendimento na área de urgência, a Bahia receberá recursos para a implantação de mais seis unidades de pronto atendimento (UPA 24h). As UPAs serão instaladas em Catu, Itaberaba, Dias D’Ávila e Santos Amaro (tipo 1), Ilhéus e Lauro de Freitas (tipo 2).

No dia 5 de agosto será inaugurada, em Juazeiro, a primeira Central de Regulação Interestadual, que englobará a região do Vale do São Francisco. Haverá ainda o lançamento de um programa de internação domiciliar do Ministério da Saúde. “Vamos levar para o Brasil inteiro um programa que aprendemos aqui na Bahia, que tira do hospital mais cedo quem pode ter seus cuidados em casa”, enfatizou o ministro.

TAGS: