ACM Neto cobra de secretário de Segurança investigação sobre pichações em Salvador

27/11/2015 - 21:34 |

 

REDAÇÃO

Foto: Agecom/PMS

O prefeito ACM Neto cobrou nesta sexta-feira (27) ao secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa, que a Polícia Civil investigue a onda de pichações de monumentos e equipamentos turísticos na cidade.

O alvo mais recente foi o Mercado Modelo, que amanheceu pichado nesta sexta, fato que foi lamentado pelo prefeito nas redes sociais. Barbosa assegurou a ACM Neto que vai determinar à polícia que atue para inibir e apurar esses atos de vandalismo.

“Lamentável o que fizeram no Mercado Modelo, cartão-postal postal de Salvador. Onde vamos parar com essa brutalidade? É inaceitável que a gente trabalhe tanto, invista dinheiro e energia para cuidar do patrimônio histórico e cultural e um pequeno grupo de pessoas, gente que não tem memória ou respeito pela cidade, faça esse tipo de ação estúpida”, salientou ACM Neto em sua página pessoal no Facebook.

Ele disse que ficou “muito triste e revoltado”, ressaltando que esse mesmo sentimento é compartilhado pela maioria dos soteropolitanos. “Lembro que nós pintamos todo o Mercado Modelo, em março de 2014, e agora teremos que refazer o trabalho nas áreas que foram pichadas. Vamos fazer sim! E mais uma vez peço que as pessoas denunciem esse tipo de atitude criminosa”, acrescentou.

Dados da Guarda Municipal apontam que já foram registradas, apenas este ano, aproximadamente 300 ocorrências sobre atos de vandalismo na cidade. A maior parte foi relacionada a pichações de monumentos e prédios públicos.

Houve, inclusive, seis flagrantes feitos pela corporação. As pessoas detidas foram encaminhadas para a Polícia Civil. Os últimos flagrantes registrados foram na Avenida Mario Leal Ferreira (Bonocô) e na Praça Dois de Julho (Campo Grande), todos no final de outubro.

 

TAGS: