Salvador tem mais de 100 famílias desabrigadas pela chuva

5/01/2016 - 18:28 |

 

REDAÇÃO

Pouco mais de 100 famílias ficaram desabrigadas por conta da chuva na comunidade Osório Villas-Boas, localizada no bairro de Pirajá. De acordo com a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate a Pobreza (Semps), as pessoas que tiveram suas casas alagadas estão recebendo total assistência do município. Desde segunda-feira (4), uma equipe técnica da Semps realiza o cadastro socioeconômico das famílias, que estão alojadas em um galpão da Prefeitura no bairro.

A partir deste cadastro, as famílias terão acesso a um auxílio emergencial, que pode variar de um a três salários mínimos. Além do auxílio financeiro, a Semps também fornece para os desabrigados alimentação, serviço de psicologia, colchões e cobertores para as famílias que optaram por ficar alojadas em um galpão.

Codesal - Segundo a Defesa Civil de Salvador (Codesal), 147 solicitações de emergência foram recebidas pelo órgão até o final da tarde desta terça-feira (5). Destas, cinco são referentes a alagamentos de imóvel, 18 ameaças de desabamento, seis ameaças de deslizamentos de terra, 17 ameaças de queda de árvores, quatro árvores caídas, nove avaliações de imóveis alagados, um desabamento de muro, um desabamento parcial, 18 deslizamentos de terra, um destelhamento, dois galhos de árvores caídos, duas infiltrações e uma orientação técnica.

A Codesal esclarece que até o momento não há registro de feridos. Ainda de acordo com o órgão, no mesmo período, foram distribuídos 2.912 metros de lonas que beneficiou pelo menos 22 famílias. O órgão está atuando nas comunidades, capacitando moradores e formando lideranças comunitárias.

 

TAGS: