Salvador recebe 200 mil turistas de cruzeiros até o Carnaval

17/01/2015 - 8:34 |

 

REDAÇÃO

Foto: MSC/Divulgação

Até o final do Carnaval 2015, mais de 200 mil turistas devem desembarcar no Porto de Salvador, localizado na Avenida da França, no Comércio, provenientes de cruzeiros marítimos. Esta é a expectativa dos setores de hotelaria e turismo da cidade para a alta temporada. Além disso, durante a festa de Momo, o município deve receber mais de 600 mil visitantes. Para todo o verão, a expectativa é que 1,5 milhão de pessoas visitem a capital baiana.

De acordo com informações da Empresa Salvador Turismo (Saltur), 68 embarcações têm agenda prevista para Salvador nesta temporada. O secretário municipal de Cultura e Turismo, Érico Mendonça (Secult), falou sobre o retorno de Salvador ao topo da preferência nacional na escolha de destinos turísticos para o verão.

“De uma maneira geral, tivemos um aumento expressivo dos números referentes à atração de turistas para Salvador nos últimos anos. Este momento positivo tem como fatores principais os atrativos que a cidade voltou a oferecer, como serviços básicos e infraestrutura para receber o visitante, além da taxa de dólar, que segue bastante favorável para quem opta por viajar pelo Brasil, já que as viagens ao exterior estão ficando mais custosas”, comentou.

Com o objetivo de receber bem o turista, durante todo o período de Carnaval, a Saltur disponibiliza um efetivo de 100 pessoas para atender os visitantes. Na ocasião, os agentes municipais realizam ações de promoção da cidade, como a distribuição de mapas, cartilhas e panfletos informativos.

Dos cruzeiros agendados para visitar Salvador até o Carnaval, a maioria possui origem nacional, o que mostra que o brasileiro está cada vez mais explorando o potencial turístico do país. Os navios partem de cidades do Rio de Janeiro, Pernambuco e litoral paulista, com destino à capital baiana.

Está prevista para a próxima terça-feira (20), a chegada da embarcação Black Watch, trazendo 820 passageiros oriundos da cidade de Mindelo, em Cabo Verde.  No último dia 14, mais de 4.300 turistas chegaram à capital baiana a bordo do MSC Preziosa, vindos do município carioca de Búzios.

Ocupação hoteleira - Com a previsão de alcançar até 90% de ocupação hoteleira até o final do verão, o trade turístico da capital baiana vive dias de expectativa com a proximidade do Carnaval e das tradicionais festas populares da Bahia. Para 2015, a seccional baiana da Associação Brasileira das Agências de Viagem (Abav-BA) espera um aumento de até 10% na comercialização de pacotes para cidades baianas, em relação ao ano passado, e Salvador aparece no topo dessa lista, que, de acordo com informações do Ministério do Turismo, ainda conta com Porto Seguro e Ilhéus.

De acordo com o presidente da Abav-BA, José Alves, a capital baiana está cada vez mais se consolidando como um dos destinos preferidos por visitantes brasileiros e estrangeiros na hora de viajar. “Vivemos um momento de ressurgimento. Hoje nossos números são melhores que nos anos anteriores, e isso se dá justamente porque os turistas estão redescobrindo Salvador como um dos principais destinos de viagem pelo país. A partir de agora a tendência é de crescimento, mesmo que comedido, a cada ano. Para isso, é preciso que os prestadores de serviço, as cidades e os demais envolvidos estejam aptos a prestar um serviço de qualidade, para atender cada vez melhor esse público”, disse.

Para José Maria Garrido, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), até a primeira quinzena de janeiro, o fluxo de turistas que chegam a Salvador já atingiu 60% da ocupação. Este número, segundo ele, é parcial e ainda crescerá bastante até o final de fevereiro, quando termina o Carnaval. “Ainda é grande a procura por pacotes, assim como a saída de diárias, o que é um benefício tanto para o consumidor como para a economia da cidade. Estamos em uma crescente desde o Réveillon, quando atingimos cerca de 86% de ocupação. O perfil deste visitante é daquele que busca dos atrativos do verão de Salvador, e que conta, além das belezas naturais, com um, vasto calendário de festas”, acrescentou.

TAGS: