Bahia cria 12 mil vagas para profissionais em TI

28/08/2016 - 11:23 |

 

REDAÇÃO

Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), mais de 750 mil vagas de trabalho serão abertas no país nos próximos quatro anos no mercado tecnológico. A tecnologia possui papel central nas dinâmicas sociais do presente e, certamente, futuro. A entidade não possui projeções sobre a Bahia, mas o estudo Mercado de Profissionais de TI, da própria Brasscom, estima que o estado responde por 0,16% da demanda de trabalhadores, o que representaria cerca de 12 mil vagas.

O diretor de relações institucionais da associação, Sérgio Sgobbi, credita as vagas abertas ao intenso ritmo das novidades do setor, o que exige constante renovação de conhecimentos por parte dos trabalhadores. “A atualização tecnológica nunca para. O profissional de TI precisa se atualizar sempre”, afirma. O Cadastro Brasileiro de Ocupações indica que a função mais promissora da área é a de analista de sistemas.

Também otimista, o diretor da franquia baiana da Totvs, Fábio Fantini Felicetti, diz que a empresa deve contratar 20 funcionários. “Na nossa visão, o Brasil voltará a crescer a partir de outubro e em 2017 não iremos mais lembrar da crise. Nosso planejamento é crescer 30% em 2017″, afirma o empresário.

“O mercado avança e o número de empresas cresce, assim como a qualidade do trabalho desenvolvido por elas”, analisa o estudante do oitavo, e final, semestre de sistemas de informação da Unime, Félix Costa, 22. O jovem, que atualmente estagia em uma empresa de softwares em Lauro de Freitas, pretende trabalhar como desenvolvedor de sistemas operacionais quando se formar.”No início, tive dificuldade para conseguir estágio, mas acredito que quem esteja entrando agora no curso não passa por isso”, opina sobre o atual cenário de crescimento.

TAGS: