Mário Kertész declara apoio ao candidato Nelson Pelegrino, no segundo turno em Salvador

11/10/2012 - 9:37 |

 

REDAÇÃO

Foto: Divulgação

Terceiro colocado nas eleições municipais em Salvador com 9,43% dos votos, o radialista Mário Kertész (PMDB) declarou, na manhã desta quinta-feira (11), seu apoio ao candidato do PT, Nelson Pelegrino, na campanha do segundo turno pela Prefeitura da capital baiana. Com a decisão, Kertész seguiu em direção oposta à divulgada na quarta-feira pelos irmãos Vieira Lima que optaram por manter a oposição ao Governo do Estado e fecharam com ACM Neto (DEM).

Antecipando coletiva marcada para as 9h desta quinta, Mário aproveitou entrevista a um programa de TV logo cedo e, por volta das 7h, informou que está deixando o PMDB e anunciou a opção pela candidatura petista. Contou também que recebera um telefonema do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedindo o apoio dele ao candidato do PT.

Durante o programa Mário pediu aos eleitores que votaram nele – teve pouco mais de 120 mil votos – transfiram o voto para Pelegrino no segundo turno. Questionado sobre a mudança de posição em relação ao que foi definido pelo PMDB, Kertész foi categórico: “Eu não fui com eles. Ponto. Acabou. Embora não tenha nada contra Neto”.

Mais tarde, em entrevista coletiva ao lado do candidato Nelson Pelegrino e da vice Olívia Santana. Mário declarou: “Não sou murista. Não caberia ficar neutro, me isentar. Sempre assumi posição e coloco que, diante do cenário, Pelegrino é a melhor opção para Salvador”.

Para a escolha, o apresentador sustentou e reafirmou um dos seus principais argumentos de campanha: nas condições em que se encontra, a cidade precisa do respaldo do governo federal.

“Além de estar familiarizado com os problemas de Salvador, Pelegrino tem o apoio do governo federal e do governo do Estado, fundamental para o resgate da cidade”, explicou.

PMDB pensa diferente - Na tarde de quarta-feira, os líderes do PMDB na Bahia, deputado Lúcio Vieira Lima e o ex-ministro Geddel Vieira Lima anunciaram formalmente que o partido seguirá com ACM Neto para a disputa do segundo turno.

No início desta semana, Kertész também anunciou o encerramento da carreira política.

TAGS: