Bahia tem 200 casos confirmados de microcefalia lligada ao Zika vírus, informa Secretaria de Saúde

16/03/2016 - 15:28 |

 

REDAÇÃO

Foto: Divulgação

A Bahia já acumula 200 casos de microcefalia, desde outubro de 2015, quando as notificações dos casos se tornaram mais frequentes no Estado. No mesmo período, 942 notificações de suspeitas da doença vinculadas ao vírus Zika foram registradas em 158 municípios baianos, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (16), pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

De acordo com o boletim epidemiológico, até o momento 24 pessoas já morreram em decorrência da doença me dezessete cidades. As esquipes da secretaria já avaliaram 320 dos 942 casos notificados no Estado, descartando 120 deles.

As mortes foram registradas nos municípios de Alagoinhas (1), Camaçari (3), Conceição do Jacuípe (1), Cravolândia (1), Crisópolis (1), Monte Santo (1), Barro Preto (1), Campo Formoso (1), Itabuna (1), Itapetinga (1), Olindina (1), Salvador (6), Tanhaçu (1), Esplanada (1), Feira de Santana (1), Tancredo Neves (1) e Senhor do Bonfim (1).

Novos parâmetros - De acordo com a secretaria, para o próximo boletim serão considerados os novos parâmetros indicados pelo Ministério da Saúde, que determinam as notificações de microcefalia para bebês do sexo masculino com perímetro cefálico menor que 31,9 cm e para bebês do sexo feminino com perímetro cefálico menor que 31,5 cm.

 

TAGS: